Quarta-feira, 28 de Março de 2007

Viagem de Finalistas: Lloret del Mar

Hoje foi um dia para fazer coisas normalíssimas.
Tomei o pequeno-almoço com o meu pai. Falamos das novidades do curso de costura, enquanto lançávamos piropos grosseiros ao rabo desnudo da amante do meu papá. Ainda lhe pedimos para que colocasse as maminhas ao léu, mas não se quis dar ao trabalho de realizar o nosso pedido pois estava a injectar-se. Também queria mandar p’rá veia, então implorei-lhe para que me cedesse um pouco. Ao que ela me diz:
- Vê lá se pedes com jeitinho, faxabor!
E eu:
- Ó badalhoca, arranja-me um bocado dessa merda. Ou pensas que tens regalias só por seres puta. Ainda por cima és esquisita a dar o cu.
Ela foi acusar-me ao meu pai e o meu pai bateu-lhe. Não que não lhe tenha dado razão, mas está tão habituado a bater-lhe, que nem se apercebeu.
Na sequência deste segmento de coisas normais, aproveitei para falar ao meu pai da viagem de finalistas:
- Ó pai é a Espanha, para ser mais preciso é a Lloret del Mar e são só, repeti, só, volto a repetir, só, 250€.
Ao que ele me diz:
- Pois, exacto. Eu vou aqui ao bolso e tiro uma nota de 500€ e ainda te sobra dinheiro para te embebedares com os teus amigos. Mas vê lá, se precisares de dinheiro para droga, avisa, que eu mando a tua tia prostituir-se e ainda arranjas ai uns valentes 100 euritos.
E eu respondo:
- Não vale a pena, pai. Tenho droga do fim-de-semana e acho que ainda tenho dinheiro daqueles assaltos que eu fiz para o tio Floreano. Por isso não acho necessário que a tia se prostitua. A não ser que ela queira, claro.
- Por acaso queria, –disse o meu pai- mas desde que descobriu que o filho dela, o teu primo Alexandre, é homossexual e fugiu com o professor de Ginástica para o Brasil, ficou tão desiludida que nunca mais teve relações. Nem com cavalos que ela gostava tanto.
Voltamos rapidamente ao tema da viagem de finalistas. Chegamos a um acordo:
- Filho, só te deixo ir à viagem se fizeres amor com sete ao mesmo tempo...
- Sete quê, pai? Gajos?
- T’ás parvo ou quê? Gajas e das boas. Para desgostos já me basta o teu irmão. Da próxima vez que o apanhar com as unhas pintadas, pego-lhe fogo.
Percebi, sem muito dificuldade, que este acordo não era a melhor coisinha, não que não aguentasse com sete ao mesmo tempo (óbvio que aguentava). Tentei então o soborno.
- Papá... Papá... se me deixares ir a Lloret, brinco ao bondage e ao sadomasoquismo contigo.
O meu pai babou-se, eu vi, mas fiz que não percebi. Investi novamente:
- Papá... Papá... olha, vou buscar os ferros para apertar os mamilos, enquanto tu passas um cheque de quinhentos euros...
 
E a vossa pergunta é:
 
E então, a chantagem resultou?
Só vos digo isto, daqui a nada apanho o autocarro para Lloret com um cheque de quinhentos euros no bolso. Ah, quase que me esquecia. O meu pai é óptimo a brincar com os ferros de apertar os mamilos.
sinto-me:
publicado por pacotesdeleite às 16:18
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Joana a 28 de Março de 2007 às 16:32
boa viagem então...eu n vou..e escusado será dizer que continuo a falar com o msm tom de voz e que nao tnh marcas de chicotes nas cotas.


trás um requerdo pra tua grande amiga faxabor


diverte-te e vê se nao engravidas ninguem
De Luar a 13 de Abril de 2007 às 21:19
Só tu agora é que me farias rir!!! Obrigada

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O poeta tarado

. Viagem de Finalistas: Llo...

. Come a papa, Coisinha, co...

. Adivinhação

. Amo-te camionista

. Desculpem o Bush, já!

. Carta

. Feliz Natal

. Vontade de ser passevite

. A minha vida mudou...

.arquivos

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Um sonho bom

. Conto quase para crianças

. TV de culto

. ...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds