Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Um sonho bom

Às vezes, mas somente às vezes, dou por mim sonhando, a traçar o mundo onde, basicamente, as pessoas não têm defeitos. Um devaneio esquisito, sim, eu sei. Acriançado, também tenho consciência disso. Porém uma ideologia que eu fui desenvolvendo.
Sonho com um mundo onde a Teresa Guilherme não toca com a boca nas orelhas, um mundo onde Marques Mendes chega à bancada do Parlamento, sem antes subir quatro degraus. Estão a perceber a dimensão do meu sonho? Pois, mas não me fico por estas limitações. Sou muito mais ambicioso. Imagino como seria agradável ver os funcionários públicos (excluindo os professores) a trabalhar de forma intrépida. Agradável seria também ver o “Um contra todos” e não ouvir o senhor José Carlos Malato a falar de entrecosto, alheiras e outras não sei quantas iguarias. Seria deveras encantador descobrir que o jet-7, afinal, serve para alguma coisa e não se limita unicamente a apresentar ao mundo senhoras velhas com o pescoço enrugado.
 
Mas (e isto acontece-me sempre) a meio deste maravilhoso sonho, em que até José Castelo Branco é bem mais que capaz de dizer palavrões ao mesmo tempo que trabalha, as qualidades utópicas que eu imaginei para as pessoas desaparecem e volta tudo à veracidade dos nossos dias. É uma espécie de realismo dentro do sonho.
 
E como o sonho passou a ser transparência daquilo que vivemos, o Boa Morte continua a ser convocado para a selecção e a falhar golos de baliza aberta, enquanto que a SIC passa nove horas de Floribella por dia. Manuela Moura Guedes que, à semelhança de Teresa Guilherme, ficara com a boca mais pequena, é agora capaz de engolir pneus de tractor. Luís Filipe Vieira sonega o afamado dossier com os nomes de não sei quem, que fizeram não sei o quê. Cláudio Ramos insiste em continuar a não ser homem e João Klebér pensa que o seu programa está a ser visto por mais de dez pessoas. Pior que isto é que o Toy continua convencido que sabe cantar.
 
Demasiadas coincidências para continuar ali deitado, a dormir.
Mal por mal, mais vale sonhar acordado a pensar que este post vai ser lido pelos bloguistas mais badalados da nação.
sinto-me: realizado até metade
publicado por pacotesdeleite às 21:25
link do post | favorito
De maria a 4 de Outubro de 2006 às 11:52
Oix =)
Uma pekena invasao...mas encontrei o teu blog e gostei mt , n li todos os textos mas os k li gostei...
Continha cm o teu blog pk ta mm mt fixe ;)

*BEIJINHOS
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O poeta tarado

. Viagem de Finalistas: Llo...

. Come a papa, Coisinha, co...

. Adivinhação

. Amo-te camionista

. Desculpem o Bush, já!

. Carta

. Feliz Natal

. Vontade de ser passevite

. A minha vida mudou...

.arquivos

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Um sonho bom

. Conto quase para crianças

. TV de culto

. ...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds